sábado, 22 de outubro de 2011

Furibica não tem sorte, porque...

O amor não é sorte...
O amor é trabalho árduo construído no dia a dia através de um esforço

sobrenatural em aceitar e ser aceito em virtudes e defeitos.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Sobre racismo


Furibica acha que feio é avaliar a cor da pele sem conhecer a alma de quem se vê...

Feio é o defeito de caráter, que não tem conserto.
Feia é a fome que corrói o corpo e a ferida que não se cicatriza quando é feita na alma.

Feia é a miséria de ter que matar para não morrer.
Feia é a corrupção da qual somos cúmplices: quando compramos ou vendemos votos,
Quando não nos manifestamos contra a violência.


Feios são os valores asquerosos que estão sendo transmitidos pelas famílias - ou melhor, que as famílias já nem existem para transmitir...

Isso sim é feio!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O aroma da fertilidade


Furibica adora o cheirinho de chuva...

Cheirinho de terra molhada!!!!!!!!!!!

Furibica sabe que esse,

Inconscientemente,

É o aroma da fertilidade...

Vide os povos antigos ao redor do Nilo.

domingo, 2 de outubro de 2011

O amor em carne viva


Só enxerga o amor em carne vive,

Quem ama sem ser correspondido.

Furibica sabe, que quem não é correspondido,

Transforma o amor numa ferida que dói e sangra a olho nu.